Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Chuva causa alagamentos e transtornos em Taboão, Embu e Itapecerica

Por Sandra Pereira | 11/12/2014

chuvacapa

Sandra PereiraPraça central de Taboão da Serra ficou ilhada. Motoristas não conseguiam chegar até a Avenida Dr. José Maciel para pegar a rodovia Régis Bittencourt

A chuva forte que caiu no final da tarde desta quinta-feira, 11, deixou vários pontos de alagamento em Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica. Em Taboão várias ruas ficaram alagadas. A praça central da cidade, a Nicola Vivilechio, ficou ilhada. Motoristas que trafegavam pelo local tiveram que enfrentar a água para chegar aos seus destinos. Parte da Estrada de São Francisco também ficou debaixo d’agua. O mesmo ocorreu com a avenida Cid Nelson Jordano. Veja fotos aqui e aqui.

 Em Embu a região da ABA Motors voltou a sofrer alagamento. O mesmo ocorreu em áreas do centro. Em Itapecerica houve registro de alagamentos no Parque Paraíso, centro e Lagoa. Nas três cidades faltou luz em vários bairros e os semáforos desligados deixaram o trânsito confuso.

 A rodovia Régis Bittencourt registrou alagamentos em vários locais. Os mais graves foram nas imediações dos prédios da Cooperativa Habitacional Vida Nova, no shopping Taboão, na altura do Jardim Saint Morritz, e nas imediações do Habibs do posto 22, e na altura do jardim Pinheirinho. O trânsito ficou lento nos dois sentidos da Br. Houve congestionamento  no sentido de Taboão para Embu das  até perto das 22 horas.

 Quem estava no trânsito precisou de paciência para enfrentar o longo congestionamento que se formou na rodovia. Alguns veículos acabaram sendo invadidos pela água.

A chegada da chuva era aguardada com ansiedade e por essa razão as pessoas tendem a se mostrar mais satisfeitas. Entretanto, foi inegável os transtornos enfrentados nas cidades no final da tarde quando começou a chover mais forte. Faltou luz, houve ongestionamento e foi preciso paciência para lidar com ambos.

A mesma chuva que alivia os efeitos da estiagem também traz de volta o fantasma das enchentes comuns na região durante o verão e explicita os problemas com a limpeza urbana. Era comum encontrar durante o temporal desta quinta-feira sacolas de lixo boiando na água dos alagamentos.

O lixo jogado nas ruas dificulta o escoamento da água, entope bueiros e favorece os alagamentos e enchentes. 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.