Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Embu das Artes: 1ª cidade do País a monitorar chuva em todo seu território

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 25/11/2014

chuva

Everaldo Silva As novas instalações ficarão em espaços públicos e escolas dos bairros 

A Prefeitura de Embu das Artes está tomando várias medidas para prevenção das adversidades que as chuvas de verão podem causar, com a construção de muros de contenção, recolhimento de entulhos e limpeza de ruas e bueiros.

Outra iniciativa efetuada pelo governo municipal, por meio da Defesa Civil, é a implantação, até meados de dezembro, de pluviômetros para monitorar toda a extensão do município, que totalizará 11 equipamentos, sendo três automáticos e oito manuais, tornando Embu das Artes a única cidade do Brasil a ter o controle pluviométrico total de seu território. 

As novas instalações ficarão em espaços públicos e escolas dos bairros do Centro, Jd. Silvia, Jd. Mimás, Jd. Pinheirinho, Jd. São Luiz, Jd. São Marcos e Jd. Batista.

Entre os já existentes, há equipamentos implantados no Parque Francisco Rizzo, no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), na pedreira da Embu S.A (automáticos) e no Aterro Sanitário Municipal (manual).

A Defesa Civil faz o acompanhamento automático da quantidade de água proveniente da chuva em dois locais (Pq. Rizzo e CCZ) por um sistema via satélite desenvolvido pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O convênio com a Cemaden e o Inpe também permite a captação de um conjunto de dados estatísticos para mapeamento de áreas de risco e conhecimento do território.

Com esse monitoramento, a Defesa Civil poderá agir com antecedência nos locais em que forem apontados excesso de chuva e que mereçam atenção e atuação do órgão. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.